Grata pelas vossas gentis visitas e comentários, apesar de eu não os visitar, com a assiduidade desejada.




Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 20 de abril de 2015

LUGARES FORA DOS ROTEIROS TURÍSTICOS, PARA VISITAR EM PORTUGAL

5. Piódão

A paisagem pitoresca da aldeia de Piódão, na região centro do país. Piódão faz parte das “Aldeias Históricas de Portugal”, um conjunto de aldeias e vilarejos que foram restaurados e se encontram protegidos, devido à sua importância histórica. Não sendo propriamente desconhecida entre os portugueses, é muitas vezes deixada de fora.
As paredes de xisto e as portas e janelas pintadas de azul caracterizam a aldeia, que nos períodos festivos, como Páscoa e Natal, vê regressarem muitos dos jovens que foram obrigados a deixar a terra em busca de melhores condições de vida. A população que por aqui ficou vive essencialmente da agricultura e faz as delícias dos visitantes, já que alia a hospitalidade a uma forma de vida que mantém tradições com séculos de história.
Piódão impressiona pela longevidade, com casas que parecem estar no mesmo ponto em que estavam quando foram construídas, com as ruas apertadas e o chão de pedra a nos transportar para um tempo que não é o nosso.
Piodao1
Foto via
Se visitar Piódão, separe um tempo para ir até à aldeia vizinha de Foz d’Égua, onde encontrará a natureza em estado puro da Serra do Açor, o ponto de encontro de duas ribeiras, a de Piódão e a de Chãs, com uma ponte no melhor estilo Indiana Jones, e uma praia fluvial que será uma tentação nos dias mais quentes.
FozdEgua1
Foto © Sérgio Andrade

Monsanto

Também parte do grupo de aldeias históricas, Monsanto tem a particularidade de ter sido construída em meio a enormes pedregulhos, hoje cobertos de musgo e que oferecem outra cor a este lugar. Com origens na Idade da Pedra, Monsanto foi considerada “a aldeia mais portuguesa de Portugal” em 1938, por António de Oliveira Salazar, à época líder da ditadura que tomou conta de Portugal durante mais de 40 anos. A explicação para o veredicto do chefe de Governo está relacionada com a cultura e arquitectura ricas, que misturam influências dos vários ocupantes da região.
As casas foram esculpidas em pedra granítica, com telhados vermelhos e perfeitamente ancoradas nas pedras. No topo de uma dessas montanhas de granito, fica um castelo que oferece uma das melhores vistas da região.
Monsanto1
Foto via

Arquipélago das Berlengas

Quando se fala em ilhas e arquipélagos de Portugal, Açores e Madeira surgem no topo da lista. Não é difícil encontrar portugueses que não conheçam o Arquipélago das Berlengas e já tenham visitado Açores e Madeira (bem mais longe no Atlântico, acessíveis apenas em viagens de avião) mais do que uma vez. A boa notícia é: comparações à parte, as Berlengas têm muito para oferecer aos visitantes.
A pouco mais de 10km da cidade costeira de Peniche, é fácil acessar a ilha principal, Berlenga Grande, através de um ferry boat que opera entre maio e Setembro (no resto do ano, o Atlântico não deixa). O arquipélago é parcialmente desabitado, excepção feita à ilha principal, onde o mar rico em diferentes espécies de peixe serve de sustento à população.
A ilha não tem mais do que 2km de comprimento, mas é feita de penhascos, vales, enseadas e cavernas de granito, entrecortadas por águas claras, em um cenário difícil de encontrar em outras partes. A grande variedade de espécies de aves (cuidado com as gaivotas, elas dominam a ilha) fez das Berlengas Reserva Mundial da Biosfera da UNESCO. Se pensa visitar a ilha em breve, não se esqueça de incluir o Forte de São João Baptista no roteiro, uma fortaleza militar acessível por uma estreita e serpenteante escadaria.
Se a paixão bater forte, pode pegar sua barraca e acampar numa das encostas da ilha.
Berlengas1
Foto © Warl0rdPT
http://nomadesdigitais.com/10-lugares-fora-dos-roteiros-turisticos-tradicionais-para-visitar-em-portugal/#



quarta-feira, 15 de abril de 2015

FITNESS - O MÉTODO TABATA

Simples, eficazes e podem ser facilmente feitos em casa. Comece já!

Como conseguir um corpo mais forte treinando apenas quatro minutos por dia


O nome é uma homenagem ao fisiologista japonês que, com base nas investigações que conduziu, validou um novo protocolo de treino. Izumi Tabata trabalhou como treinador da seleção japonesa de speed skating (uma espécie de corrida de patinagem no gelo) e foi-lhe pedido pelo treinador principal que analizasse a eficiência de um regime em que os atletas treinavam a alta intensidade por períodos curtos, intercalados com momentos rápidos de descanso.
Na posição atual de professor e investigador na Universidade de Ritsumeikan, Izumi Tabata conduz investigações mais aprofundadas para apurar os efeitos deste treino sobre o metabolismo dos atletas. Mas o seu protocolo tornou-se, entretanto, mundialmente conhecido devido à capacidade de trabalhar, em pouco tempo, tanto a vertente anaeróbia como a aeróbia, e soma pontos junto dos adeptos do exercício físico.
Plano semanal
O personal trainer Bruno Brito é um deles e aceitou o desafio da Prevenir para, com base nas diretrizes de Tabata, criar um plano semanal de exercícios para si. O método Tabata consiste em oito séries de exercício com a duração de 20 segundos, intervaladas por 10 segundos de descanso. No total são 240 segundos de treino, apenas quatro minutos de treino por dia. Com esta regra como base, Bruno Brito sugere-lhe um exercício diferente para cada dia da semana.
1º dia
Objetivo: Tonificar e fortalecer pernas e glúteos
Exercício:
 Agachamento
Como fazer?
Afaste os pés à largura a bacia, com a ponta em posição de (relógio) cinco para a uma. Agache-se até fazer um ângulo de 90 graus entre a coxa e os gémeos e suba, expirando, até fazer extensão total dos joelhos.
Repetições: 10 a 15, demorando 20 segundos por cada uma das oito séries
Tabata
2º dia
Objetivo: Tonificar e fortalecer peitoral e tricípites 
Exercício:
 Flexões
Como fazer?
Coloque-se em posição de prancha, afastando as mãos à largura dos ombros e deixando-as por baixo deles. Apoie os joelhos ou apenas os pés no chão. Flita a articulação dos cotovelos, de modo a aproximar o peito do chão, mantendo a coluna alinhada. Concentre a força no peito, braços e abdominais, para manter o corpo em linha recta. Regresse à posição inicial.
Repetições: Cinco a oito (20 segundos em cada uma das oito séries)
Tabata
3º dia
Objetivo: Tonificar os abdominais e fortalecer a região lombar 
Exercício:
 Prancha isométrica
Como fazer?
Coloque-se na posição do exercício anterior, mas apoiando os cotovelos e antebraços no chão. Mantenha a coluna alinhada.
Repetições: Mantenha a posição durante os 20 segundos de cada uma das oito séries. Se for muito difícil, alivie apoiando os joelhos no chão
Tabata
4º dia
Objetivo: Fortalecer pernas e glúteos 
Exercício:
 Lunge dinâmico alternado
Como fazer?
Afaste os pés, paralelos um ao outro, à largura da bacia. Sem os afastar mais do que essa largura, atrase uma das pernas, apoiando-se na ponta dos dedos do pé e deixando o calcanhar levantar.
Flita o joelho da frente até um ângulo de 90 graus, sem deixar que o joelho ultrapasse a direção da ponta do pé, e acompanhe este movimento com o da perna de trás, fletindo-a também pelo joelho. Assim irá fortalecer a perna da frente e alongar o flexor da de trás.
Repetições: Conte o número de repetições que fizer na primeira ronda de 20 segundos e tente mantê-lo nas sete seguintes. Se for muito difícil, diminua a cadência.
Tabata
5º dia
Objetivo: Tonificar e fortalecer braços e peitoral
Exercício: Burpee (flexão militar)
Como fazer?
Coloque os pés paralelos um ao outro e os braços ao longo do corpo. Dobrando as pernas como se fosse fazer um agachamento, desça com as mãos ao chão e coloque-as ao lado dos pés. Num salto ou um de cada vez, leve os pés atrás e fique em posição de prancha com os braços esticados.
Faça uma flexão, dobrando os braços pelos cotovelos e aproximando o peito do chão mantendo a coluna alinhada, e suba. Num salto, volte a aproximar as pernas e joelhos do peito, levante o peito, mantendo os joelhos dobrados e os braços esticados para cima paralelos ao lado da cabeça. Dê um salto e bata as palmas, voltando à posição inicial.
Repetições: Entre cinco e oito por cada uma das oito séries de 20 segundos
Tabata
6º dia
Objetivo: Tonificar a região abdominal 
Exercício:
 Sit up
Como fazer?
Sente-se num colchão, dobrando as pernas, com as plantas do pé no chão e os joelhos a um palmo de distância um do outro. Deite-se devagar enrolando a coluna e apoiando a no colchão e estique os braços para trás, ao lado da cabeça. Suba os braços e a coluna até chegar com as mãos aos pés e repita.
Repetições: 10 a 14 em cada série de 20 segundos
Tabata
7º dia
Objectivo: Tonificar pernas, glúteos e região abdominal
Exercício: Jump
Como fazer?
Com as pernas afastadas à largura da bacia, salte como se fosse subir para cima de uma caixa. Leve os joelhos até ao peito de cada vez que o faz. Aterre com a ponta dos pés e repita o salto de imediato, tentando manter o ritmo, velocidade e cadência, de forma a ativar as fibras musculares de ação rápida.
Repetições: Cerca de oito em cada série de 20 segundos
Tabata
As vantagens deste treino
As mais-valias do método Tabata segundo Bruno Brito, personal trainer:
- Trabalho aeróbio
Promove a capacidade de o organismo usar oxigénio para queimar gordura.
- Trabalho anaeróbio
Associado ao esforço intenso realizado por um número limitado de músculos, com produção de ácido láctico e sem recorrer ao oxigénio para gerar energia.
A conjugação destas duas vertentes promove o aumento da taxa metabólica. Passa-se a gastar mais calorias em repouso, o que favorece a perda de massa gorda e tonificação da massa muscular. A duração curta dos treinos combate o primeiro motivo de absentismo... A falta de tempo!
Proibições
Este tipo de treino não deve ser executado por grávidas nem por quem tem limitações músculo-esqueléticas, cardíacas e/ou outras patologias que exijam acompanhamento e supervisão médica.
Texto: Rita Miguel com Bruno Brito (personal trainer)
http://lifestyle.sapo.pt/saude/fitness/artigos/o-metodo-tabata

sexta-feira, 10 de abril de 2015

17 IMAGENS IMPRESSIONANTES VISTAS DO CÉU

1 Vancouver, Canadá 

visto de cima

2 Berna, Suiça
visto de cima (2)

3 Dubrovnik, Croácia

visto de cima (3)

4 Moscovo, Russia

visto de cima (4)

5 Cidade do México

visto de cima (6)

6 Seattle, Washington

visto de cima (7)

7 Barcelona, Espanha

visto de cima (8)

8 Paris, França

visto de cima (9)

9 Dubai (Marina)

visto de cima (10)

10 Rio de Janeiro, Brasil

visto de cima (11)

11 Xangai, China

visto de cima (12)

12 Veneza, Itália

visto de cima (13)

13 Malé, Maldivas

visto de cima (14)

14 Amesterdão, Holanda

visto de cima (15)

15 Cidade do Cabo, África do Sul

visto de cima (16)

16 Cataratas do Niagara, Canadá

visto de cima (17)

17 Atenas, Grécia

visto de cima (18)

http://3vilas.com/visto-do-ceu/

domingo, 5 de abril de 2015

5 SUGESTÕES PARA COMER DE FORMA MAIS SAUDÁVEL

1. Tâmaras em vez de açúcar.
As datas são uma ótima maneira de adoçar naturalmente smoothies e shakes. 

2. Compota de maçã em vez de óleo.
Compota de maçã pode substituir o petróleo (e um pouco de açúcar) para fazer bolos mais saudáveis.

3. Pasta de abacate em vez de maionese. 
Atualize sanduíches, espalhando-os com abacate em vez de mayo.

5. Farinha de amêndoa em vez de farinha de trigo.
Tente usar farinha de amêndoas em vez de farinha de trigo em receitas de cozimento.
http://www.buzzfeed.com/rachelysanders/healthy-ingredient-swaps-substitutions#.gg90xNqWQ