Grata pelas vossas gentis visitas e comentários, apesar de eu não os visitar, com a assiduidade desejada.




Pesquisar neste blogue

A carregar...

sexta-feira, 24 de julho de 2015

VIVER NUM PARAÍSO TROPICAL COM 500€ MENSAIS!!!




Praias de areia branca, água translúcida, mergulho, pesca, boa comida por pouco dinheiro, cuidados de saúde com qualidade. Quer ter uma vida de luxo com um ordenado baixo? Nós mostramos-lhe onde pode consegui-loNeste momento, algures no mundo, há um reformado com um estilo de vida muito parecido com o seu (ou, prepare-se, bem melhor), mas a pagar um terço por uma refeição fora, um quarto da renda por um apartamento, e a gastar um quinto em transportes. Não quer ser um reformado à rasca? A pensão média em Portugal é de 404 euros – afine o inglês, o francês e o castelhano e mude-se para um dos paraísos (ou quase isso) na Ásia ou na América Central e Latina onde 500 euros chegam para fazer a festa.


Panamá – saldos durante todo o ano
Tem medo de furacões? Aqui não há. Além disso, os transportes públicos são fiáveis, a água da torneira pode ser bebida em quase todo o lado e a Internet funciona bem. Mais: existe um programa especial para reformados, com descontos permanentes de até 50%, em cinema, teatro, concertos, eventos desportivos, estadias em hotéis, mas também em bilhetes de transportes públicos e de avião, e até em restaurantes. Só há um senão: o programa exige um rendimento mensal superior a 700 euros; ou 550 se comprar uma casa avaliada em mais de 70 mil euros. Para fugir aos preços da capital, escolha Boquete, na base da montanha mais alta do Panamá, o vulcão Baru. Uma casa com dois quartos, mobilada e com vista, custa 450 euros por mês. No mercado pode comprar atum fresco por 4 euros o quilo e camarões grandes por 8. Um prato tradicional com carne, arroz e feijão custa 3 euros. Um problema? A fama do Panamá como paraíso para os reformados está a inflacionar os preços e a tornar os processos mais lentos.
Tailândia – Para os mais poupadinhos
Conseguiu juntar dinheiro? A Tailândia é uma boa opção. Para obter um visto de reformado precisa de ter no mínimo 50 anos e de depositar 18 mil euros no país. Viver em Banguecoque é caro, mas – regra de ouro para todos os destinos – se fugir da capital terá boas surpresas. Em Chiang Mai, a segunda maior cidade, pode arrendar um apartamento com um quarto por menos de 200 euros. Se é fã de praia, tente as cidades de Rayong ou Chonburi. Depois da casa, tudo o resto vai custar-lhe muito menos – até porque o IVA é de  7 %. Uma ida ao cinema (dois bilhetes e uma bebida) fica por 5 euros, uma cerveja de meio litro por 1 euro. Com um jantar fora por semana e compras nos mercados, um casal gasta cerca de 120 euros por mês em comida. Mas cuidado com as saudades: uma refeição ocidental custa 10 euros por pessoa e comer cereais é um luxo – quase 7 euros a caixa. E se precisar de ir ao médico? Os médicos tailandeses estudaram na Europa e nos Estados Unidos e consegue consulta com a maioria dos especialistas por 35 euros. A alternativa é contratar um seguro de saúde internacional, a partir de 170 euros por ano.



Camboja – festas todas as noites 
Quer poder sair todas as noites para jantar e dançar perto da praia sem ficar falido? Escreva Camboja na sua lista de destinos – 400 quilómetros de costa, praias, florestas, ilhas tropicais e arrozais verdejantes. Depois, procure Sihanoukville: é a maior e mais moderna cidade do litoral. Aqui, a conta da diversão – comida e dança – rondará os 250 euros por mês e a da mercearia os 40. Com um problema: a comunicação com os locais.Os mais velhos falarão um pouco de francês, os mais novos inglês. Se estiver disposto a partilhar casa, pode viver junto à praia por 100 euros por mês, com Internet incluída; com 40 mil euros compra uma casa com 140 metros quadrados. Para se deslocar alugue uma bicicleta (€2,50 por dia) ou apanhe um mototáxi (entre 20 cêntimos e 1 euro, para deslocações no centro). E ocupe a sua agenda de reformado com jogos de ténis, windsurf e pesca. Cuidados de saúde de qualidade é que só na capital, a 200 quilómetros.



Filipinas – para fãs de peixe 
É amante de peixe e marisco? Na Filipinas tem mais de 7 mil ilhas para petiscos. Os melhores serviços médicos privados do país estão em Cebu, no centro, em Davao, a Sul, e, claro, em Manila, a capital – é possível contratar um enfermeiro permanente a partir de 100 euros por mês. Além disso, 90% da população fala inglês. Se prefere a ideia de ter montanha e mar, experimente Cebu, onde duas pessoas conseguem um manjar de três pratos por menos de 10 euros.Um passe mensal para transportes públicos não chega a esse preço e é possível arrendar um apartamento com um quarto no centro da cidade a partir de 300 – os preços caem para metade em zonas mais periféricas. Conte com 150 euros para recolha de lixo, electricidade e água. Uma empregada doméstica custar-lhe-à 30 euros por mês. E há vistos especiais para reformados: se tiver mais de 50 anos, 15 mil euros são suficientes.

 

Costa Rica – para os tecnológicos 
Aqui, o melhor negócio tem vista de montanha: com 350 euros consegue arrendar um apartamento mobilado, com três quartos, em San Ramón, a uma hora da capital, San José. Se é – ou planeia ser – um reformado high-tech, a Costa Rica também lhe dá garantias: a Internet é rápida e a rede tem boa cobertura. Também é um destino interessante para os ecologistas – 99% da energia que o país consome provém de fontes renováveis. Se detesta o Inverno, decore: Cuenca e Quito – onde depois da Primavera vem o Verão, e depois a Primavera outra vez. Cuenca é a terceira maior cidade do Equador – e património mundial desde 1999. Mantém a arquitectura colonial, as ruas estreitas, empedradas, e inúmeros mercados ao ar livre. Tudo isto se cruza com uma animada vida nocturna e com lojas e supermercados modernos. É possível arrendar um apartamento com dois ou três quartos no centro a partir de 250 euros. Se prefere uma cidade maior, pesquise Quito. A capital tem um parque urbano com o dobro do tamanho do Central Park, em Nova Iorque. E restaurantes de topo onde um jantar não lhe custa mais de 40 euros – vinho e cocktails incluídos. Os almoços típicos no Equador custam 3 euros e os seguros de saúde 50 euros por mês.

http://www.jornalq.com/portugal/1157-viver-num-paraiso-tropical-com-500-mensais.html

quarta-feira, 24 de junho de 2015

DICAS PARA UM BRONZEADO MAIS DURADOURO

Consiga um bronze de meter inveja!
Uma semana ou dois dias antes de ir à praia faça uma esfoliação à pele para retirar as células mortas e permitir que a pele absorva os cremes e os protectores da melhor maneira dando-lhe uma cor mais uniforme e um bronze mais duradouro. 

Prepare-se para começar a apanhar sol aos poucos, não pense que em um dia vai conseguir ter aquele bronzeado perfeito. O ideal será que no primeiro dia fique pouco tempo ao sol e no segundo aumente um pouco mais e por ai fora, para evitar apanhar escaldões.


Não se esqueça que o seu cabelo também precisa de ser cuidado durante a exposição ao sol para evitar que não perca a cor. Use e abuse de chapéus! 

Para a cor da sua pele ficar ainda mais perfeita beba sumo de laranja com cenoura ou misture meia papaia, uma manga e metade de uma cenoura cozida com um copo de sumo de laranja, vai fazer com acelere o processo do bronzeado. Consuma também legumes verdes como, o espinafre e os brócolos que estimulam a produção de melanina.


E como última dica não se esqueça que o mais importante é ficar com uma cor bonita e saudável. Utilize sempre protecção solar e evite os horários em que o sol e o raios estão mais fortes, que não são recomendados para apanhar sol. 

http://lifestyle.sapo.pt/moda-e-beleza/corpo-e-estetica/fotos/10-dicas-para-um-bronzeado-mais-duradouro#galeria=447135&foto=10

sexta-feira, 5 de junho de 2015

JARDINS NO TOPO DE EDIFÍCIOS URBANOS

Aproveitar o topo de edifícios urbanos para criar recantos paradisíacos é uma das tendências atualmente em voga. A CNN elegeu aqueles que considera serem alguns dos mais surpreendentes do mundo
Labiríntico e deslumbrante, Waldspirale, também conhecido como floresta circular, em Darmstadt, na Alemanha, foi criado pelo austríaco Friedensreich Hundertwasser em 2000

ACROS em Fukuoka, no Japão, é um projeto inspirado nas pirâmides dos incas. Tem a assinatura do arquiteto argentino Emilio Ambasz

Em Londres, o Barbican Conservatory abriga o maior centro de artes da Europa. Desconhecido de muitos, o jardim no topo do edifício surpreende pela quantidade de verde que ostenta

Aberto em 2012, o Gardens by the Bay já se impôs nos roteiros dos turistas que visitam Singapura

Namba Parks, em Osaka, no Japão, até inclui canteiros para o cultivo de legumes e vegetais. O projeto data de 2003 e tem a assinatura do arquiteto norte-americano Jon Jerde

Os jardins do topo do Rockefeller Center, em Nova Iorque, nem sempre estão abertos ao público. Já serviram de cenário a alguns filmes de herois como o Homem-Aranha. Abertos desde 1935, integram cinco terraços concebidos pelo arrojado arquiteto paisagista Ralph Hancock

Ocupando uma área de 6.000 metros quadrados, os Kensington Roof Gardens, em Londres, exibem mais de 500 espécies botânicas em três espaços temáticos. Ralph Hancock, arquiteto paisagista, esteve na origem do projeto

Kaiser Roof Garden, um jardim singular em Oakland, na Califórnia, nos EUA

http://lifestyle.sapo.pt/casa-e-lazer/viagens-e-turismo/fotos/10-dos-mais-belos-jardins-no-topo-de-edificios-urbanos#

domingo, 10 de maio de 2015

15 LUGARES DO MUNDO, COM MAIOR ESPERANÇA DE VIDA

O que contribui para uma existência longa e saudável? Qualidade de vida, alimentação equilibrada e um sistema de saúde que realmente funcione. 

Macau - A forte economia deste território chinês provém de jogos de azar, mas o governo garante que 70% da verba é investida em saúde. A dieta típica é à base de frutos do mar.
San Marino - Com uma das menores taxas de desemprego da Europa, nenhuma dívida nacional, orçamento excedente e espiritualidade em alta, os 30 mil cidadãos deste microestado parecem não ter do que reclamar. A sua dieta típica é a mediterrânica, considerada uma das mais saudáveis do mundo.
Andorra - Esqui e caminhada estão entre os passatempos favoritos. A dieta típica inclui o estilo mediterrânico, com carne, legumes e peixes.
Singapura - Grandes avanços na saúde pública e boas oportunidades económicas elevaram, ao longo de três décadas, a esperança média de vida.
 
Hong Kong - A dieta típica é feita com peixes cozidos no vapor, legumes e comida cantonesa. 
Austrália - O estilo de vida ativo e a aversão ao tabaco estão entre as causas. A dieta típica com camarão na brasa, grelhados e frutos do mar também ajudam.
Israel - As três principais cidades israelitas classificadas ela esperança de vida são Ra’anana, Modiin-Maccabim-Reut e Beith Shemesh. 
Mónaco - Conhecida por ter o maior número de milionários e multimilionário per capita do mundo, o Mónaco parece render bons frutos aos habitantes. A dieta típica é, em grande parte, constituída por ingredientes da cozinha mediterrânica.
Loma Linda, Califórnia - Local de grande fé, os 23 mil moradores são adventistas praticantes. Costumam viver entre 4 a 7 anos a mais do que o resto do país. A dieta também contribui, visto que a maioria da população é vegetariana.
Guernsey - Os baixos impostos e salários altos oferecem opções de saúde de alto nível.
Icaria, Grécia - Os 10 mil moradores desta ilha geralmente vivem bem. A dieta inclui legumes, peixe e muito azeite.
Islândia - O nível baixo de poluição, assim como dos índices de doenças comuns, como as doenças cardíacas e a depressão, além de muitos outros motivos fazem com que a Islândia tenha uma média alta de vida.
Nicoya, Costa Rica - Os 75 mil nicoianos gozam não só de belas e isoladas praias, mas de uma grande esperança de vida. A dieta meso-americana inclui feijão, abóbora e tortilha de milho, além da água regional ser rica em cálcio e magnésio, o que fortalece os ossos e relaxa as artérias.
Okinawa - Os idosos desta região têm a mais baixa taxa de mortalidade em todo o mundo por doenças comuns. A dieta tradicional japonesa, com apenas 25% de açúcar e 75% de consumo de grãos, peixe, soja e legumes é atribuída como o motivo principal para esta longevidade que chega aos 100 anos.
Sardenha - Com uma das populações com mais centenários do mundo. A dieta da população inclui carne, feijão, verduras, queijo de ovelha e de cabra, além de um bom copo de vinho.

http://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/fotos/os-15-lugares-com-maior-esperanca-de-vida-2#galeria=324620&foto=2